"O CRM assenta no marketing relacional procurando usar tecnologia de apoio à gestão de canais e de segmentos de clientes.

    Para desencadear processos de crescimento sustentado, as empresas procuram integrar-se na economia do relacionamento. É aqui que entra o CRM para servir os clientes de forma adequada e rentável. Para optimizar esta relação de acordo com a estratégia do negócio há empresas que desenvolvem Sistemas de CRM sectoriais que podem conter outro potencial face a um «CRM genérico».

    O CRM evolui deixando de ser uma mera visão académica e aproximando-se das necessidades do negócio explorando mais adequadamente a tecnologia sobre a qual assenta de forma integrada com outras aplicações de gestão. Só assim se compreende a importância crescente que os CEO dão ao CRM como factor significativo de crescimento para além do factor inovação.”